Ação que pretende alavancar venda de imóveis é prorrogada em Salvador

Foi prorrogada até o dia 8 de novembro a Semana do Metro Quadrado, que oferece descontos de até 35%, isenção de impostos e imóveis com preços a partir de R$ 150 mil em Salvador e região metropolitana. O evento, que seria encerrado no dia 25 de outubro, é promovido pela Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (Ademi).

De acordo com o coordenador da Semana do Metro Quadrado, cada empresa oferece no próprio estande de vendas os imóveis com descontos. Segundo ele, as unidades disponíveis variam desde imóveis populares até alto padrão, divididos em diversos bairros como Jaguaribe, Patamares. Itaigara, Barbalho, Jardim Armação, Imbuí, Aquarius, Paralela, Jardim Apipema, Pituba, Brotas e também Lauro de Freitas e Camaçari.

Ação
A venda de imóveis de janeiro a setembro deste ano cresceu cerca de 15% em relação ao mesmo período de 2014 em Salvador, conforme informações da Ademi. O evento tem o apoio da Rede Bahia e deve oferecer descontos a partir de 5% em imóveis de padrão simples e de alto luxo. (Veja aqui todas as informações sobre o evento, com detalhes sobre os imóveis à venda)

“Por incrível que pareça, a gente, com relação à venda, tem um pequeno aumento em relação ao mesmo período do ano passado. Já em relação aos lançamentos, os empresários pisaram no freio diante de toda essa situação que está aí. A gente tem uma oferta ainda para consumir e espera que essa oferta seja comercializada”, afirma o diretor da Ademi, Luciano Muricy. Ele detalha que são cinco mil imóveis disponíveis para venda na capital.

Muricy acrescenta que a Semana do Metro Quadrado conta com a adesão de 30 empresas que, durante o evento, irão receber os clientes nos próprios stands de atuação.

“Os imóveis, seguramente, têm a opção de financiamento. Vamos ter imóveis de todas as faixas de preços, desde imóveis do [programa] 'Minha Casa, Minha vida' - com valores mais baixos -, até imóveis de alto luxo”, afirma. Muricy antecipa que um site deve ser lançado, congregando todas as opções de venda aos clientes.

“Nós vamos ter um site de vendas com diversas alternativas de imóveis em toda a cidade do Salvador, por preço, por tipologia, por localização, onde as pessoas vão poder escolher o imóvel adequado e visitando os stands das empresas, onde vão encontrar as diversas oportunidades”, detalha.

Para José Azevedo Filho, diretor de marketing da Ademi, a expectativa é de que ao menos 100 imóveis sejam vendidos nos dez dias de evento. “A grande parte dos imóveis que ainda não estão concluídos já vêm com financiamento atrelado ao banco que está ajudando na obra. Aqueles que já estão performados, o cliente pode ir ao seu banco de preferência, que esteja tendo crédito imobiliário, faz lá seu financiamento com as condições que desejam”, orienta.

A ação ocorre em apenas em Salvador, mas a perspectiva da entidade é de que avance para interior do estado em possíveis futuras edições. Presidente da Rede Bahia, que dá apoio a ação, Antônio Carlos Magalhães Júnior defende que os investimentos no setor imobiliário são essenciais na estimulação da economia nacional. “Esse setor é importantíssimo para a economia da Bahia. Portanto, estamos junto com eles [Ademi] para que nós possamos ativar o mercado imobiliário, ativar a própria economia”, afirma.